29 de nov de 2007

Duo Ventos - Marisa Rosa - Wellington Felix

foto: Ana Penelope Platão em Dança Cigana
___
Vento em mim.

Ventania, bravo vento!

Ventando em desalinho

Formou-se um roda-moinho

Moendas que vento moe

moendo folhas ventadas

Que invento neste momento!...

E o vento que ventou na praça venta firme ri, faz graça,

e invade as frestas secretas dos meus segredos

espalha os meus versos levanta poeira,

e embaça o espelho de minhas lembranças!

(Marisa Rosa)

-
Vento atrevido
vento invasão
levando versos
rodando moinhos
e lembranças
mostrando paixão
desvelando poetisas
levantando saias e almas
como fossem
essas folhas ao vento
__
Wellington Felix
__

2 comentários:

*andorinharos@ disse...

Nossa!
Ficou bonito espresso assim...Voce deu força ao vento. É uma honra poder constar entre os teus. Muito obrigado!!
Sem palavras!

Jacinta disse...

Cara,
Como ficou bonita essa "composição". Dá para sentir o vento me acariciando. Parabéns à Maria Rosa e, com certeza, a você, pela sensibilidade. Como sempre, a imagem que ilustra o poema é ...
Linda, linda, linda,lin...da.

Jacinta Dantas