4 de nov de 2007

Sequestro (Você e eu)

Eu e você
e nossa cama
e meus abismos que me lanço
todo desejo e vontades,
é nesses dias onde morro
feliz

Eu e você
e nossa cama
e seus abismos em que me lanço
entre pernas fluem rios
entre nuvens essas montanhas redondas
onde minha perdição é encontro

E essa lagoa a mais profunda
onde mergulho e me afogo
onde nasci e me fiz homem
onde sinto-me vivo,
e aprendiz

Eu e você
e nossa cama
nossos abismos que me lanço
carnes e formas me agarram
voo suspirado entre seios...

Nesses momentos
sua boca se faz minha...
minha boca se fundiu
e o mundo inteiro é nossa cama
e o universo o nosso orgasmo

Um comentário:

walquiria10 disse...

Muito lindo esse poema, me tocou muito, vc está cada ver melhor com as palavras, com uma sensibilidade que nem parece ariana...rsrsrsrs