30 de dez de 2007

Lábios


Seus lábios tocam
o imprescindível
seus lábios tocam
meu impossível
seus lábios tocam
minhas notas desconhecidas
seus lábios me contam em silêncios
todos meus segredos...
Em seus lábios meus labirintos se encontram
Meus lábios abrem
seus lábios que pulsam
e molham-se desertos por nascentes iluminadas
Seus lábios tocam mansidões e espasmos. . .
por entre línguas seus lábios preenchem lacunas
meu hálito entre seus lábios fazem meus habitos
seus lábios abrem sorrisos nos meus
Labios que descobrem meus entremeios
seus lábios tocam meu meio
no centro bem dentro
Seus lábios constroem inteiros
meus lábios te brincam e gemem
calados gritos
fazendo ritmos
seus lábios no meu intimo
tocando sem pressa
meu coração

17 de dez de 2007

Indicações para o Blog de Elite

Blogs:

1-) http://caminhaodemudanca.blogspot.com
Um site de poemas e hai -kais simplesmente maravilhoso que consegue em pequenas sínteses mostrar verdades poéticas que despertam muitas emoções.
2-) http://poetas_unidos.blogspot.com./
Um site que vários poetas dividem escrevendo e emocionando com poemas lindíssimos e muita magia, é lindo, e o designer e as imagens da Artista Plastica e poeta Andrea Cristo é uma pagina a parte, sendo inovador na poesia e nas imagens.
3-)http://reflorescer.blogspot.com
Um site de contos que me fez chorar, com a simplicidade que a verdade emana das palavras de uma pessoa muito sábia.
4-)http://andorinharosa.blogspot.com/
Um site de contos suburbanos do Rio de Janeiro escrito por uma poetisa premiada que faz do seu dia a dia de Mulher Brasileira ciente de suas necessidades, uma cidadã que faz a diferença, tudo isso temperado com o humor carioca maravilhoso e com a poesia encontrada nas entrelinhas, gratas surpresas.
5-)http://rasuras.wordpress.com/
Poemas profundos e contundentes que rasgam sentimentos e mostram almas
imperdível

11 de dez de 2007

Sequestro


Eu e você e nossa cama
e meus abismos que me lanço
todo desejo e vontades,
é nesses dias onde morro feliz

Eu e você e nossa cama e seus abismos
em que me lanço entre pernas fluem rios
entre nuvens essas montanhas redondas
onde minha perdição é encontro

E essa lagoa a mais profunda
onde mergulho e me afogo
onde nasci e me fiz homem
onde sinto-me vivo, e aprendiz

Eu e você e nossa cama
nossos abismos que me lanço
carnes e formas me agarram
voo suspirado entre seios...

Nesses momentos sua boca se faz minha...
minha boca se fundiu
e o mundo inteiro é nossa cama
e o universo o nosso orgasmo

10 de dez de 2007

Reflexos

cortesia imagens google

postagem dedicada a Marcia Daré
-
REFLESEXOS
A lua na poça profunda
aprofunda minhas poças
nua pisavas eu e a lua

eu provava a minha nudez,
a sua e a da lua
me aprofundava na sua
toquei a lua por brevidade
minha e sua

sou dono da lua e dela nua
ilusões de estrela cadente
que aprofunda em mim
o desejo da moça, de poças, luas e
espelhos
na poça de lágrimas pra lua
restou a lua na poça

não pises na poça tampouco nessa lua
jazZiam estrelas

Wellington Felix
___________
_______________


DESEJO PARA OS PANOS DOS CÉUS

Se tivesse eu os panos bordados dos céus,
Entremeados com luz dourada e de prata,
O azul e os panos não ofuscantes e escuros
Da noite e da luz e da metade-luz,
Eu espalharia os panos debaixo dos teus pés:
Mas eu, sendo pobre, tenho somente os meus sonhos;
Eu espalhei os meus sonhos debaixo dos teus pés;
Pisa com cuidado porque pisas os meus sonhos.

William Butler Yeats

_______________
_________


"Não pises neste lugar
até ontem
esteve cheio de vagalumes''


Basho, em Sendas de Ocu


_______________

___________



"pisavas os astros, desastrada''
- Caetano Veloso -

________________

_________


"A porta do barraco era sem trinco

Mas a lua furando nosso zinco

Salpicava de estrelas nosso chão

E tu pisavas nos astros distraída

Sem saber que a ventura desta vida

É a cabrocha, o luar e o violão"


Música: Sílvio Caldas.

Letra: Orestes Barbosa
________________
__________


- Espelho -
-
"debruçada sobre a água parada

a cidade vê a lua se ver

cintilar molhada"
sugestão de musica: George Harrison - got my mind set on yo

autoria: Jeanine Will em:-
registro:(inédito, 26012006 & 15012007)

9 de dez de 2007

Jordana - A revelação da MPB.


Nasce uma estrela, uma voz com o timbre certo
para te elevar ao ceu
e fazer nascer um poente no seu coração.
A revelação do Ano Jordana, um canto do rio que vira mar !
com releituras do 'Clube da Esquina',
com direito à " Tons e Mil-tons" e também canções inéditas.
somente imperdivel

8 de dez de 2007

Decompor


Decompor o mundo em matéria escrita

e fragmentar estrelas em pequenos versos

recompondo o universo em singularidades,

ao atingir em cheio o céu da poesia

a divindade visita o poeta

e seu coração explode!

fragmentando-se estrelas

recompondo o universo em novas singularidades

assoprando palavras que reverberam vendavais

como se tocando a sintese se encontrasse o todo

se juntando a musica p'ra criar canções

procurando simplesmente

deter o mundo

apenas num momento

deste olhar cadente nesse poema.

Tocar explosões

somente nos espaços pra respirar

há vagas

vagas das ondas do mar

lambendo devagar a prainha


devagar minha lingua a divagar...

tocando na lingua universal
antiga canção

em verdade minha lingua toca

na ponta de sua estrela crescente

uma explosão de luz

Relato


Ontem um menino ganhou uma bola,
a bola antecipava o seu natal,
brincavam a bola e o menino,
a alegria e a chuva enchiam a favela,
a bola caiu no corrego ele foi atrás,
o corpo do menino foi encontrado
hoje no Tiête.
Onde andara a bola
a infância e a vida
ps. mais uma bola vagando na terra
e um anjo passeando no ceu

5 de dez de 2007

Assombro e lucidez


Assombro e certeza

Havia uma águia voraz

planando ao som de um jazz

enigma e lucidez ao sol

morada n'alma de um voo solitário

transcendente e libertário

feminino blues

ascendeu novos horizontes

em outras almas atentas

trocou penas e bico
transpareceu em sutilidades

rescendia a flores talvez lilases

harpia transmutava-se fénix

que magia, nem sabia-se

nas altas torres de Elix

ela pensava que escondia

esse grito profundo e desvelador

diluvio de torrencial verdade

numa só correnteza invadia,

assombro e certeza num sim

abismos sem fim

voa Beatriz !

Brasas - Duo Wellington Felix e Marcia Dare



Eu brasa Diariamente

a espera da noite

de seus toques rosa-choques

meus labirintos esperam ...

me perder-se em brisa

mil vezes ao dia minha pele

em brasa lembra

seus labios ventania


Wellington Felix


_______

______


Fogo que é chama

Abrasa Caminhos

Na noite horas a fio...

Amanhecem Entardecem

E o teu silêncio

apenas adormece

o meu corpo.

______

_____


(Marcia Dare)

- ॐMa _Zenॐ-


-

2 de dez de 2007

Alma da lagríma

Homenagem a Jordana após o Show no Aldeia dos Ventos
_________
Nos meu olhos transbordou uma lágrima
nascida de um canto
Ao calor da voz
nas chamas dos tons
A lágrima evaporou
Dançavam no ar a lágrima e o canto
Fundiam-se eu e a canção
_________