29 de nov de 2007

Básico - Celso Miranda de Carvalho e Wellington Felix


Vestiu-se com a noite
e encerrava no preto
a luz das estrelas
timidamente sorria...
iluminada pela
explosão de cometas
no peito guardava poentes e deleites
pela fresta dos vestido
escapavam promessas
fantasias e festas.
Despindo meu tédio
em nostalgias e significados...
afastou-se, assim...
perfurando sobres-saltos de agulha
adentrando meu coração
restou o negro silêncio
o vazio do pretinho básico
atirado ao lado da cama
e este cheiro de mar...
digo amar
-

Um comentário:

*andorinharos@ disse...

Básico!!!
Estanca suspiros e faz pensar. Você consegue mudar do ritimo solto, para uma voz imploradora, e isto é fantástico!
Lindo!!! Adorei...
Saudações.