3 de nov de 2007

Embriaguez

Dedicado ao poeta Dari Batisti- http://essapalavra.blogspot.com/

A vida me embriaga a goles lentos
me derrubando a porões de trevas
fugindo desse eclipse real e inegavel
dessa sombra gigantesca da violencia
da devastação da corrupção
teimoso construo escadas de luz
Que me levam a sacadas!
Sacadas com vistas pràlma
e com saida para o mar.



3 comentários:

Anônimo disse...

Que poema lindo!!!
Abençoado é o tempo que se dedica à poesia.
É tudo.

Ana Paula

Dauri Batisti disse...

Ae felix,

obrigado por me dedicar esse seu poema. Achei legal você ter aproveitado umas palavras do meu poeminha "porto" e ter feito um outro tão bonito. Pois é... estamos "intertextualizados"...
Minha cidade é um porto, qualquer dia aporte por aqui. Enquanto isso bons ventos para o seu navio-poesia.

Dauri Batisti.
www.essapalavra.blogspot.com

Wellington Felix disse...

obrigado Ana Paula pela visita e espero escrever outros pra sempre emocionar voces que me lem agora.

Daril obrigado você, pois todo poeta é fonte é mar e porto, qualquer dia aporto la pra olharmos o mar...