23 de nov de 2009

Voile d' amour


O amor me procurou,
eu estava de braços cruzados
com tatuagens de asas
O amor me avistou,
e já estávamos voando apaixonados,
meus poros sorriam ao vento
O amor me encanou,
eu quis construir prisões,
me matei de ciume e solidão.
O amor me encontrou dolorido,
esquecendo, me dei asas de cera ,
derreti, caindo...
O amor me abandonou...
finalmente o enxerguei .
O amor me libertou de mim

Um comentário:

iara disse...

NOSSA ESSE AI TEM TUDO A VER COMIGO. O AMOR FEZ ISSO TUDO COMIGO, MAIS O MAIS IMPORTANTE EU SOBREVIVI E CONTINUO APAIXONADA.
PARABENS É MUITO LINDA E PURA ESSA POESIA.

UM ABRAÇO TALVEZ VC NEM LEMBRE MAIS DE MIM, IARA.