1 de dez de 2009

Desatar os nós


fotografia de José Duarte - http://br.
olhares.com



Eu preciso cuidar de mim,
e essas coisas essencialmente importantes
como agua, sol, comida, luz e poesia
E seus sorrisos preciso deles (junto aos meus)
Eu preciso de mim inteiro, sem medo dos caminhos. de olhos e mentes abertos,
Eu preciso estar atento a todos os milagres, e meus olhares...
Eu preciso estar inteiro e integro para receber a vida e da vida
Porque preciso ter coragem e romper as grades do ego.
Vou fazer a alma saltar abismos para um sim ...

Precisamos nos perder e ver o novo de novo e de novo...
Só assim sentir e provar todos os aromas,


saber sabores, pintar com todas cores

estar presente no meu tempo, o agora

olhar por todas a lentes possíveis e imprevisiveis
preciso ser liberto pra poder libertar,
e mergulhar oceanos e tocar estrelas e voar borboletas
preciso da absurda poesia que me faz bailar ao som de palavras
preciso dessa sua musica! Escapar da violência


negar as verdades absolutas. fugir das plenas e veladas mentiras
por fim construir inebriado escadas de luz
com sacadas e vista pro mar , entradas e saídas de mim mesmo
nos precisamos de proteção e consistência
eu preciso compreender meu consumo
minhas necessidades, coerências
eu preciso olhar os campos,
manter florestas, cortar arestas.
Eu preciso proteger meu chão,
meus amores e minha solidão
Eu preciso ficar com um olho em Brasília
outro em Washington
Eu preciso assistir menos enlatados ser viajado,
colher mangas, maças e peras e come-las
me quero pleno e consciente, preparando o chão
pra plantar os meus e os seus netos (e eles os deles)
Eu preciso de mim e de você
nos precisamos de nos
desatar os nós

11 comentários:

非凡 disse...

I'm appreciate your writing skill.Please keep on working hard.^^

Wellington Felix disse...

is not hard work, but fun, thank you, come back please.

Dauri Batisti disse...

A sensibilidade anda à flor da pele hem amigo, e a beleza escorreu fácil para as palavras.

Abraço

paula barros disse...

Vim conhecer seu blog, por causa do seu comentário no blog do Dauri. Gostei do que li. Muita sensibilidade, inteligência, criatividade.

abraço

Wellington Felix disse...

Paula seja bem vinda, a sensibilidade se reconhece e se espela, espelhos de aguas claras em nascentes iluminadas.
Obrigado pela visita volte sempre.

Ana Billet disse...

Parabéns pelo blog...originais palavras que inspiram....bju

dyeve disse...

What I found doing surffing on internet..?! smiles.. A wonderful blog ! Well, congratulations! Yo're posts are all interesting. I'm glad that I found this blog! Have a splendid day!

Wellington Felix disse...

Thank dyeve, for the visit is welcome, come back again, his sensitivity that makes my day splendid!

Satiko disse...

Uooww,gostei da parte:"voar borboletas".Na verdade,gostei MUITO!PArabéns ^^

Wellington Felix disse...

Obrigado, Satiko, que a liberdade de ser construa asas para voce voar borboletas e escutar as estrelas de perto...

Franzé Oliveira disse...

Eu preciso provar os aromas...