5 de dez de 2007

Assombro e lucidez


Assombro e certeza

Havia uma águia voraz

planando ao som de um jazz

enigma e lucidez ao sol

morada n'alma de um voo solitário

transcendente e libertário

feminino blues

ascendeu novos horizontes

em outras almas atentas

trocou penas e bico
transpareceu em sutilidades

rescendia a flores talvez lilases

harpia transmutava-se fénix

que magia, nem sabia-se

nas altas torres de Elix

ela pensava que escondia

esse grito profundo e desvelador

diluvio de torrencial verdade

numa só correnteza invadia,

assombro e certeza num sim

abismos sem fim

voa Beatriz !