11 de ago de 2010

Surpresas

(Nanda- surpreenda-me-super-prenda-me- surpresa-sou -sua - presa)

Surpreenda-me
com seu olhar .
Surpreenda-me com esse sorriso.
Surpreenda-me com a beleza da simplicidade.
Surpreendo-me enxergando-te  no escuro,
porque seu cheiro é o melhor perfume...
Surpreenda-me com a importancia de ser
Surpreenda-me toda manha, tardes e noites...
Surpreenda-me com essa felicidade...
(tocando a eternidade)
Surpreenda-me com seus carinhos.
Surpreenda-me com seus  abraços ternos.
Surpreendo-te,  meu braços seu ninho....
Surpreenda-me com o mar nessa sua paz.
Surpreenda-me com o entardecer ( de laranjas e vermelhos)
Surpreenda-me com seu calor (de vermelhos, rosas e carmins)
Surpreenda-me por existir!
E por fim surpreenda-se com nosso amor.


4 comentários:

Thayna Dreams disse...

Muito bom!! Parabens

Marisa disse...

muitos parabens, tem muito talento!
nunca deixe de escrever!

(já agora visite o meu blog,pf)
http://cicioo.blogspot.com/

Marisa disse...

obrigado pelo seu comentário.
é pena é só ter gostado do unico texto que nao fui eu que escrevi! ahaha
Mas concordo, sem duvida, é um lindo texto :)

Sonhadora (RosaMaria) disse...

Desculpe entrar assim no seu blogue, mas encontrei um poema seu num blogue que vive de plágio.
O link :
http://betecigana.blogspot.pt/search?updated-max=2012-08-26T09:11:00-07:00&max-results=20

O titulo que dela:
Quero voar, envolver, servir, fazer parte,
ser a natureza dentro e fora de mim

O seu poema está no meio de outras palavras (ela vive disso) de plágio.
Poemas meus tem mais de 40, temos que nos unir contra o plágio, foi esse o motivo que me levou a deixar este comentário.
Um abraço e desculpe