12 de jul de 2010

Morrer é pouco



estive atento,



e sou pássaro,


sou flor um todo.



me perdi, desconectei,


morrer é pouco,


pior é não lembrar da vida...

4 comentários:

Dauri Batisti disse...

Pequeno e lindo
maior na beleza
que belo poema


Abraço

Lara Amaral disse...

Bonito e delicado poema.

Obrigada pelo comentário em meu blog.

Abraço!

Renata de Aragão Lopes disse...

Impossível é esquecer da vida...

Beijo,
Doce de Lira

Mayara disse...

"Me perdi, desconectei"
Bonito e simples
Com um significado enorme.
Beijos